Como alinhar expectativas?

Um dos grandes desafios no mundo dos negócios é fazer a expectativa corresponder à realidade. A expectativa é conjunto de possibilidades onde mentalmente se planeja os resultados que se pretende obter.

O planejamento para o alcançar as expectativas define as ações e a sua abrangência, onde há precedência e sucessão e a identificação do que é necessário realizar para que a precisa atuação de determinados grupos de pessoas (com perfis, experiências e habilidades específicas) possam transformar cada expectativa em realidade.

E a execução é o termômetro que indica a direção do sucesso ou insucesso da realidade versus as expectativas.

De toda forma, a empresa tem as suas expectativas, os colaboradores têm as suas expectativas, os clientes têm as suas expectativas, enfim, todo o público que compõe a relação de negócios tem a sua expectativa e o desafio não necessariamente é atender a todas da forma que cada público julgar necessário, mas conjugar todas as expectativas e alinhá-las à expectativa do negócio.

Sempre é complicado direcionar o foco para o negócio e deixar de lado preferências pessoais ou referências anteriores, porque cada pessoa precisa se desprender de suas próprias percepções  e experiências, e, pensar de acordo com o que a estratégia atual, no contexto que se enfrenta, exige.

Não importa se você é cliente ou é fornecedor, se é gerente de projeto ou recurso, se é presidente de empresa ou se é o estagiário; é preciso alinhar a expectativa à exigência do  negócio e não às exigências das pessoas.

E mesmo assim, o fato de se alinhar corretamente as expectativas não quer dizer necessariamente que estas serão atendidas, mas que podem ser atendidas pois a chance de sucesso é infinitamente maior quando todos olham para a mesma direção, diminuindo significativamente os desvios e os conflitos prováveis pelo caminho.

O profissionalismo em uma relação de negócios é percebido à medida que cada um volta-se para a estratégia e busca o alinhamento à estratégia de negócio.

Cada um tem o direito à escolha de onde quer ficar, com quem quer trabalhar, e como gostaria de desenvolver-se em sua carreira, mas tem o dever de contribuir com uma estratégia de negócio, quando está vinculada a ela.

Este é grande equívoco do alinhamento de expectativas quando as pessoas colocam as suas expectativas pessoais acima das expectativas do negócio, e dentro de um empresa, o que é mais importante é a estratégia do negócio e as expectativas desta estratégia.

Quando você não concordar com algo, não colaborar ou preferir não construir soluções na empresa onde está, seja com quem você trabalha, seja com as pessoas que interage, lembre-se que você tem o direito de criar um caminho todo seu, mas em um negócio seu,  e não no dos outros.

Da mesma forma que se você tem o seu negócio tem de ser coerente no alinhamento das expectativas e focalizar nos negócios.

Este entendimento é muito importante para que cada um saiba que ter direitos não permite que você seja excluído de seus deveres e quando você está  vinculado a uma estratégia deve respeitá-la.

Todo o resultado é construído pelo alinhamento e a colaboração entre as ações para obtê-lo.

Colabore e faça a sua parte.

Se cada um fizer isso imagine as possibilidades de resultados à sua frente?

Sílvia Somenzi
Diretora Geral da Soluzzione ?? Expansão de Negócios, empresa de negócios em TI e marketing de relacionamento.
Do baguete
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...